Páginas

sábado, 16 de julho de 2011

Vovó Moderna

Vovó é tudo que as avós nos velhos livros infantis não eram . Nada de pantufas, nem xales. Mal e mal um cabelo branco.Um gostinho pelo chocante. Uma ânsia de aventuras. Graças à Deus.
Será que ninguém lhe disse que agora que você é avó deveria parecer velha? Obviamente, não.
Não há ninguém que se divirta tanto quanto uma avó num parque de diversões.
Quem é a pessoa de sua família capaz de caminhar mais, falar mais, cozinhar mais,fazer mais e amar mais do que todos os outros? A vovó.
É notável o modo como, da noite para o dia, uma senhora sossegada e madura aprende a se sentar no chão de pernas cruzadas, e tocar tambor de lata, grasnar feito um pato, recitar versinhos, fazer flores de papel, desenhar porcos e costurar orelhas de bichinhos de pelúcia gravemente feridos.
É assim uma avó moderna, como eu....rsrsrsr

BOM FIM DE SEMANA Á TODOS1

2 comentários:

Alessandra Schmidt disse...

Oi Marlene,
parabéns pelo seu blog!
Adorei essa matéria, porque tem muito a ver com minha querida avozinha Daisy! Moderna, linda, chic e que nos amava de um jeito tão especial! Uma vovó presente, que recheava a geladeira de coisas gostosos para nos esperar, mandava fazer um balanço debaixo da árvore para nossas férias, assistia filmes com a gente, deixava-nos comer melancia tarde da noite escondido do vovô, imitava um pato, tricotava para todos nós, entre outras tantas coisas que só as avós sabem fazer tão bem.
Imagino que você também seja uma vovó assim. Minha mãe também é assim, especial para meus filhos, que a amam demais. Enfim, falar de avó é muito bom mesmo!!!
bj e sucesso
Alessandra

PROJETO 5 SENTIDOS disse...

Alessandra, realmente falar de vó é muito gostoso, quanto tivemos avós especiais. Minha avó foi muito especial para mim. Eu dizia que não podia nem pensar perto dela e prontamente já vinha com que estava pensado. Uma avó carinhosa e extremamente preocupada com todos. Como foi gostoso minha infância na casa de vovó Faustina. Lembro-me do antigo quarto de minha mãe, o qual ela permitia virar do avesso para que a minha barraca de lençol não fosse derrubada por ninguém. Quantos bolinhs de terra fiz brincando em seu quintal. Quantas lembranças!!
Amanhã fará 4 anos que Deus a levou de nós, mas tenho a certeza que ela, hoje junto do Pai está junto de nós também.
Como é bom ter avó!! Eu amava e amo muito a minha.

Postar um comentário